Image Map Aconteceu Gusttavo Lima: Fã de Gusttavo Lima, Guerrero usa música para aprender português

Fã de Gusttavo Lima, Guerrero usa música para aprender português


   Há pouco mais de dois meses, o atacante peruano  Paolo Guerrero, do Corinthians, já mostra certa desenvoltura com a língua portuguesa. Nas entrevistas coletivas, o jogador entende praticamente todas as perguntas sem necessitar de repetição e usa o “portunhol” para respondê-las. A fácil adaptação ao novo país tem uma explicação: a convivência diária com os companheiros de Timão e a música presente nos vestiários.
   – O curso que estou fazendo é com meus companheiros. Pratico muito o português, escuto muita música brasileira. Tem sertanejo, pagode. Os meninos gostam de funk também. Tem um pouco de tudo. Eu só escuto e aprendo a falar (risos) – disse o peruano, que destaca o sertanejo Gusttavo Lima como um dos preferidos.
   O período no Brasil servirá para Guerrero adquirir fluência em mais um idioma. Depois de dez anos morando na Alemanha, onde atuou por Bayern de Munique e Hamburgo, o jogador fala alemão, inglês e, claro, espanhol. Para não se atrapalhar com o português até o momento, pede que as perguntas sejam feitas pausadamente.
   Natural de Lima, capital do Peru, o centroavante de 28 anos se identificou com o país pela fácil convivência com as pessoas, bem diferente do que encontrou na Alemanha, quando deixou as categorias de base do Alianza Lima, em 2002. No entanto, sofre com o excesso de carros para cruzar a Marginal Tietê todos os dias.
   – Gosto de tudo aqui no Brasil. Estou bem, sentindo-me em casa. As pessoas sempre estão felizes. Na Alemanha, elas são mais frias. Só o trânsito de sexta-feira que é um pouco difícil – ressaltou.
   O atacante se surpreendeu com o nível técnico do Campeonato Brasileiro. Segundo ele, a semelhança entre as equipes dificulta a vida dos grandes clubes, como o Corinthians, atual campeão nacional.
– A liga brasileira é muito competitiva. Aqui não tem time menor que outro. Todos jogam futebol e sempre são jogos de muita pressão e intensidade.

Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário